Ortomolecular

Ortomolecular  significa equilíbrio das moléculas.

A prática ortomolecular é baseada no equilíbrio das funções vitais do corpo e trabalha com substâncias naturais e reeducação alimentar. Todas as pessoas que desejam prevenir doenças podem se beneficiar da medicina ortomolecular, especialmente as que já sentem os sintomas de desgaste orgânico. O foco do tratamento da terapia ortomolecular é identificar e tratar precocemente os desequilíbrios químicos encontrados no nosso organismo, pois rompido esse equilíbrio surgem as doenças.

A medicina ortomolecular foi iniciada pelo professor Dr Linus Pauling, cientista, que demostrou princípios básicos da biologia celular, demostrou o fenômeno de oxidação como denominador comum de muitas enfermidades degenerativas humanas.

O fator que determina a oxidação das células denomina-se “ radicais livres” que é um dos principais fatores relacionados ao início de doenças crônicas e degenerativas . A teoria dos radicais livres tem intima relação com o envelhecimento , com o câncer, a aterosclerose e diabetes mellitus. Os fatores de risco para o aumento dos radicais livres são idade, alimentação inadequada, fumo, álcool, drogas, radiação, poluição por metais pesados  e tóxicos em excesso que superam o mecanismo de defesas naturais das células que provocam o estresse oxidativo.

RADICAIS LIVRES EM EXCESSO – OXIDAÇÃO CELULAR – ESTRESSE OXIDATIVO = DOENÇAS

Além de antioxidantes e moduladores , o médico ortomolecular possui uma evidente preocupação com a pessoa humana em sua maior abrangência . É a única especialidade que incorpora na anamnese do paciente a preocupação de avaliar cada sistema , independente do motivo que o levou ao médico. Deve-se buscar a visão do todo, a relação do paciente com seu meio , seus anseios e frustações.